Abel sugere greve contra demissões de treinadores

As recentes demissões de Wagner Mancini, Rogerio Ceni e Eduardo Baptista fizeram Abel se posicionar.

E o treinador do Fluminense foi duro, falando em união dos treinadores e até em paralisação do Brasileirão como forma de pressão.

“Única coisa pode ser feita: pressionar o governo e alertar a sociedade que treinador de futebol é uma profissão. Você é demitido e não recebe os direitos trabalhistas. O clube pede a CBF para contratar outro clube e tudo bem. E você não recebeu nada”, afirmou Abel Braga.

E emendou: “Tinhamos que unir a classe. Tínhamos que paralisar o campeonato”.

Fonte/foto: UOL

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s