Fluminense terá obstáculos na Bolívia antes de duelo pela Sul-Americana

O Fluminense já volta as suas baterias para o duelo contra o Nacional de Potosí na próxima quinta-feira, na Bolívia, pelo confronto de volta da primeira fase da Copa Sul-Americana. O Tricolor ganhou na ida por 3 a 0, porém, a vaga na sequência do torneio não é dada como certa. Isso porque os obstáculos em solo boliviano prometem gerar muitos problemas.

A Bolívia atravessa uma grave crise política, com confrontos e fechamento de estradas e aeroportos. A delegação do Fluminense viaja para o país vizinho após o treino desta terça-feira. O Tricolor ficará em Sucre até o dia do jogo, quando segue para Potosí. Fica a preocupação deste planejamento ter que ser alterado em cima da hora por conta dos problemas locais. No fim de semana, por exemplo, o aeroporto de Sucre foi fechado.

Se isso for superado, o Fluminense enfim poderá se concentrar naquela que é a sua maior preocupação: a altitude de quatro mil metros de Potosí, uma das cidades mais altas do mundo.

“É algo que preocupa muito e isso que aconteceu com o Vasco está vivo na nossa memória. Vamos precisar ter força ofensiva, nos defender muito bem e reduzir os espaços para cruzamrntos e chutes de fora da área. O triunfo no jogo de ida nos dá uma tranquilidade para sentir o jogo, mas está longe de ter nos garantido a classificação, pois existem fatores atípicos envolvidos neste cenário”, analisou o técnico Abel Braga.

Texto: UOL

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s