Fluminense duela contra Atlético-PR por recuperação no Maracanã

O revés para o Botafogo não teve muita repercussão, principalmente pela atuação da equipe pois, mesmo tendo dominado o clássico, os tricolores saíram derrotado de campo no Nilton Santos. No entanto, uma vitória sobre Atlético-PR virou uma obrigação para que os cariocas não se aproximem da zona de rebaixamento.

O técnico Abel Braga falou sobre a partida espera um duelo complicado contra os paranaenses, por conta do estilo de jogo da equipe comandada por Fernando Diniz. “O pior jogo para se jogar é esse do Atlético-PR. É uma maneira de jogar que dificulta o adversário. Se jogar só com alma não adianta. Tem que ter inteligência. Não podemos deixar eles aproveitarem as chances. O time descansou bem, fez um trabalho tático com a equipe de baixo como joga o Atlético e foi muito bem. O torcedor tem que saber que a dificuldade vai existir”, disse.

Abel Braga comemorou o fato do Fluminense voltar a atuar no Maracanã, mas admitiu que somente isso não vai fazer os tricolores conquistarem os três pontos. “Jogar no Maracanã é sempre bom. O torcedor está valorizando esse time, que joga com alma e está bem na competição. Mas isso não influencia tanto no resultado”, declarou.

Sobre a escalação, o comandante não confirmou os titulares, mas revelou que pode mudar a equipe. Uma certeza é a ausência do zagueiro Ibañez, que ainda se recupera de lesão. “Temos duas possibilidades de mudança, mas não falo de time. O Ibañez não treinou conosco, não vai para o jogo”, falou.

Uma das mudanças é a entrada do lateral esquerdo Marlon na vaga do lesionado Ayrton Lucas. A outra pode ser na zaga, pois Luan Peres e Nathan ainda disputam o lugar de Ibañez no setor.

Já são sete jogos sem vencer, quatro derrotas consecutivas por três competições diferentes e, especificamente no Brasileirão, uma queda de despenho que tirou o time da liderança para a proximidade da zona de rebaixamento. É com essa pressão que o Furacão vai a campo, precisando fazer gols, quebrar o jejum e convencer o torcedor que a euforia inicial com o trabalho de Fernando Diniz não foi fogo de palha.

Os tropeços, entretanto, não devem provocar mudanças expressivas, conforme já adiantou o próprio treinador. “As coisas que eu penso não vão se diluindo. Talvez seja o treinador mais questionado do Brasil desde que comecei minha carreira. A gente teve momentos bons nesses quatro jogos, poderíamos ter vencido os quatro e acabamos perdendo. Sou muito mais convicto quando perde. Não vou mudar por conta do resultado”, garantiu.

Em relação ao time, o meia Guilherme retorna após cumprir suspensão diante do Cruzeiro, pela Copa do Brasil. Já Raphael Veiga, que deslocou o ombro, deve ser poupado e se junta ao lateral-direito Jonathan, ao zagueiro Paulo André  e ao meia-atacante Nikão, todos vetados pelo departamento médico. Se optar por deixar Lucho de fora, o treinador pode escalar novamente Bruno Guimarães na posição

FICHA TÉCNICA: 

 

FLUMINENSE X ATLÉTICO-PR

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ) 

Data: 20 de maio de 2018, domingo 

Hora: 19h (de Brasília) 

Árbitro: Igor Junio Benevenuto de Oliveira (MG) 

Assistentes: Felipe Alan Costa de Oliveira (MG) e Ricardo Junio de Souza (MG)

FLUMINENSE: Julio Cesar, Gum, Renato Chaves e Luan Peres (Nathan); Gilberto, Richard, Jadson, Junior Sornoza e Marlon; Marcos Júnior e Pedro 

Técnico: Abel Braga

ATLÉTICO-PR: Santos; Zé Ivaldo, Pavez e Thiago Heleno; Matheus Rossetto, Camacho, Bruno Guimarães e Carleto; Guilherme, Pablo e Bergson 

Técnico: Fernando Diniz

Fonte: Portal Terra

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s