Flu prepara modelo de gestão coletiva

O repórter Rodrigo Mattos da UOL que usa seu espaço, para entre outras coisas, analisar gestão dos clubes de futebol publicou sobre o que o presidente Pedro Abad pretende implementar no Fluminense.

Ele informou que a diretoria do Fluminense prepara um modelo de administração colegiada para minimizar o poder do presidente de tomar medidas que comprometam o futuro do clube. A ideia é fazer o processo em etapas culminando com uma espécie de Conselho de Administração. Para uma decisão de impacto para o clube, terá de haver autorizações de um grupo de pessoas da área, não só o presidente.

Esse modelo já existe em clubes como São Paulo, Santos e Flamengo. Na prática, as principais decisões são submetidas ao conselho que tem de aprovar orçamentos e destinação de dinheiro, por exemplo.

Informalmente, Abad já tem dividido decisões importantes de sua gestão com os profissionais contratados.